Skip to main content

Museu da morte em Palermo, Italia

Catacumbas dos Capuchinhos de Palermo, na Sicília (Itália) acolhe um dos museus mais emocionantes e originais do mundo. Essas catacumbas “guardam” os restos de mais de oito mil mortos, a maioria da elite local , o clero, a nobreza e os representantes das várias profissões. Esta é uma das mais famosas exposições de múmias.

As catacumbas existem desde 1599 quando foi enterrado um monge com reputação de santo para ser orado e visitado, o irmão Silvestro de Gubbio. No final do século XVI, O número de habitantes do mosteiro capuchinho cresceu consideravelmente, e com ele a necessidade de um cemitério decente e espaçoso para os monges. Para isso, foi adaptado um tipo de cripta sob a igreja do mosteiro. (mais…)

9 histórias horripilantes sobre hospícios

Os hospícios são locais onde hospedam pessoas com transtornos mentais para fazerem tratamentos . Esses lugares, também conhecidos como manicômios, são clínicas especialistas em tratamentos de doenças mentais. Data-se que desde 1848 até o início do século 20 instrumentos como camisas-de-forças e quartos-fortes ou “prisões-acolchoadas”, choques elétricos, operações no cérebro, e outros tipos de torturas eram utilizadas para controlar os pacientes.

Geralmente esses lugares estão cheios de histórias terríveis e são temidos por muitas pessoas. Existem relatos de doentes mentais que acabaram morrendo dentro dessas clínicas sem se quer os familiares serem notificados.

(mais…)

Como sacerdotes diferenciam possesão demoniaca de insanidade mental

Em 1999, o Vaticano reviu as suas orientações tanto para realizar exorcismos e determinar se a pessoa estava realmente sofrendo de uma possessão demoníaca ou de alguma forma de doença mental. Sacerdotes consultarão profissionais de saúde mental para poder avaliar a aflição da pessoa. A fim de determinar se a pessoa está possuído por um demônio ou não, sacerdotes observam a capacidade de falar em línguas estrangeiras anteriormente desconhecidas da pessoa, bem como a força que a pessoa não deve ser capaz de demonstrar, bem como a eliminação de todas as outras causas possíveis para o perigo .

(mais…)

Apocalipse robótico cada vez mais perto?

Se há uma coisa que o cinema nos ensinou é a não confiar em robôs. As sagas “Exterminador do Futuro” e “Matrix” estão aí para não nos deixar mentir. No entanto, o que fazer quando essas máquinas saem da ficção e começam a aparecer no mundo real? .Correr para as colinas? Preparar a resistência?. Seja lá qual for a sua resposta, é sempre bom conhecer quem pode ser seu próximo inimigo.

Apesar de elas ainda não terem feito nada de errado, eu não iria estranhar caso uma delas entrasse na casa de alguém para iniciar a Rebelião das Máquinas.

(mais…)

Aprenda a ter um sonho lúcido

Sonho lúcido é o termo que refere-se à percepção consciente que temos de um determinado estado ou condição enquanto sonhamos, resultando em uma experiência da qual temos uma recordação muito clara, lúcida e nítida, normalmente aparentando termos tido controle e capacidade direta sobre nossas ações e, algumas vezes, o próprio desenrolar do conteúdo do sonho.
Ou seja, um sonho lúcido, é aquele a qual você tem o total controle. Você pode voar, mudar o local, beijar a garota ou garoto que tanto sonho ( ou fazer até mais ), matar o Freddy e etc.

(mais…)

Fotos do manicomio onde torturas e experiencias eram feitas

O lugar já foi descrito como um dos “mais horripilantes do mundo”. Não é à toa que o Athens Lunatic Asyllum, conhecido também com The Ridges, ganhou esse título. Localizado em Athens, no estado de Ohio (EUA), o local, hoje abandonado, abrigou pacientes com problemas mentais, criminosos e doentes com tuberculose. Por muito tempo, suas instalações foram palco de atrocidades cometidas contra os internos. Os médicos faziam, por exemplo, a lobotomia, uma violenta intervenção cirúrgica no cérebro com resultados traumáticos. (mais…)

Begotten – Um filme bizarro

Aclamado pela crítica, o filme lida fortemente com religião e com a história bíblica do Gênesis e da Criação. Mas como Merhige revelou durante sessões de Perguntas e Respostas, a sua principal inspiração foi uma experiência de quase morte que ele vivenciou quando tinha 19 anos, após um acidente de carro. Não há diálogos no filme, mas em seu lugar usa indiscriminadamente fortes imagens de dor e sofrimento humano para contar seu mito.

(mais…)