Skip to main content

Marinheiro mumificado é encontrado em embarcação fantasma

Um marinheiro que sofreu processo de mumificação natural foi encontrado em uma embarcação à deriva depois de passar anos viajando sem rumo pelo Oceano Pacífico. Seu barco foi encontrado por dois pescadores que avistaram a surrada embarcação no Mar das Filipinas, de acordo com relatório publicado pela polícia das Filipinas.

“Um iate branco flutuando com o mastro quebrado fez com que eles entrassem no barco para investigar”, diz uma mensagem da polícia de Barobo em um post publicado no Facebook. Ao entrar no iate, os pescadores fizeram a terrível descoberta do corpo de um homem mumificado ainda sentado em um banco em frente à mesa com o rádio na mão, provavelmente tentando fazer um pedido de socorro.

Leia Mais

O maldito livro de São Cipriano

A fantástica trajetória do Feiticeiro e Santo da Antioquia (de quem falaremos), representa o elo entre Deus e o Diabo, entre o puro e o pecaminoso, entre a soberba e a humildade. São Cipriano é mais que um personagem ou um livro de magia; é um símbolo da dualidade da fé humana.
Filho de pais pagãos e muito ricos, nasceu em 250 d.C. na Antioquia, região situada entre a Síria e a Arábia, pertencente ao governo da Fenícia. Desde a infância, Cipriano foi induzido aos estudos da feitiçaria e das ciências ocultas como a alquimia, a astrologia, a adivinhação e outras diversas modalidades de magia. Leia Mais

Você se lembra do Faces da Morte? Era tudo farsa

Se você cresceu nos anos 1980 e 1990 e curte filmes de terror, provavelmente se lembra da série “Faces da Morte”. O primeiro filme da série foi lançado em 1979, mas chegou aqui no Brasil apenas nos anos 1980, e, mesmo assim, chocou até aqueles que estavam acostumados com as imagens fortes de filmes de horror. O motivo de tanto espanto? As cenas em “Faces da Morte” eram reais. Leia Mais

Snuff Movies: filmes de assassinatos reais

A palavra inglesa snuff tem a ver com o ato de se soprar uma vela e extinguir a sua chama. A palavra vem sido utilizada como gíria por séculos para falar de morte, e hoje está indelevelmente associada aos snuff movies, filmes onde pessoas são mortas de verdade em frente às câmeras. Essas produções feitas à surdina e comercializadas no mercado negro da pornografia (e, mais recentemente, na deep web) causam fascínio e medo nos fãs do horror, mesmo que sua existência ainda não tenha sido comprovada. Leia Mais

Instrumentos de tortura usados pela igreja

A inquisição católica é um dos momentos mais tenebrosos da história da humanidade. Durante o período da idade média em que a igreja perseguiu os chamados hereges, foram desenvolvidos equipamentos sofisticados com finalidades específicas e um único objetivo: torturar e eliminar vidas. Os mais cruéis instrumentos de tortura conhecidos foram criados e usados pela igreja católica durante a santa inquisição.

Dizem que a tortura nessa época não era tão comum quanto a gente pensa, mas fica difícil afirmar isso após dar uma olhada nessa lista de aparelhos que parecem ter saído de uma filme de Hellraiser, ou Jogos Mortais. Leia Mais

Atrações bizarras do circo dos horrores

Uma das maiores formas de entretenimento de nossos antepassados eram os espetáculos circenses. Nestes shows, não eram apenas os animais que eram cruelmente maltratados nos bastidores, haviam também humanos com deformações que, apesar de não serem maltratados como os animais, eram explorados pelos donos dos circos que tiravam proveito de duas deformações para enriquecerem, e estas pessoas eram muitas vezes os pontos altos do espetáculo.

A presença deste tipo de atração nos circos revelava uma verdade que muitos não admitem, apesar de verdadeira: nós humanos somos instintivamente fascinados por coisas bizarras ou esquisitas demais, principalmente quando esta “atração” é relacionada a outros humanos. Leia Mais

O mistério de Hessdalen

Hessdalen é o nome de um pequeno vale localizado a 40 km da cidade de Roros, na Noruega. Tem 15 km de extensão e é cercado pelas montanhas Ratvollfjellet, Rognefjell e Stordalshogda, que estão entre 900 e 1.000 m acima do nível do mar. Existem dois lagos ao sul de Hessdalen, Hersjoen e Oyungen, e a maioria de seus cerca de 200 habitantes vivem próximos à rodovia que passa pela região. O lugar não seria nada além de uma bucólica vila na área dos fiordes noruegueses se não fosse um fenômeno que há décadas vem se manifestando intensamente ali, atraindo a atenção de estudiosos de todo o mundo — incluindo cientistas — e a curiosidade de todos nos países escandinavos.

O fato teve início em dezembro de 1981, quando moradores do vilarejo começaram a assistir estranhas luzes manobrando frequentemente no vale à frente, chegando a aparecer entre 20 e 30 vezes por semana. Este número de avistamentos durou até o verão de 1984, dando origem ao programa científico Projeto Hessdalen, que existiu naquele e no seguinte, restando hoje apenas pequenas ações isoladas de pesquisas de seus antigos membros. Atualmente, o número de ocorrências é bem reduzido, chegando a 20 por ano, e são monitoradas pela Estação de Medição Automática de Hessdalen [Hessdalen Automatic Measurement Station, HAMS]. Embora a maioria dos avistamentos se deem no vale, algumas cidades vizinhas também registraram o estranho fenômeno. Leia Mais