Skip to main content

O terrível caso Kurim – o caso que inspirou o filme A Órfã

Klara Maruerova nasceu em Kurim (tchecoslovaquia) em 1975. Foi uma criança desajustada e sempre teve uma obsessão pelo mundo místico e acreditava estar destinada a cumprir uma missão designada por Deus.

Sua irmã Katerina tinha uma personalidade semelhante a sua, as suas frequentemente fantasiavam sobre grandes feitos que realizariam quando chegasse a hora certa, Klara era casada e tinha dois filhos, Ondrej de 8 anos e Jakub de 10, mas devido a seu caráter violento e doentio seu casamento não durou muito tempo e ela passou a viver só com os filhos, após algum tempo e se sentindo muito sozinha, Klara convidou a irmã Katerina para morar com ela e as crianças, Katerina logo apresentou uma amiga da faculdade para Klara, uma mulher chamada Barbora Skrlová de 33 anos, Barbora sofria de uma doença glandular que a fazia ter a aparência de uma menina de 12 anos e ela se aproveitava disso para se passar por menor de idade para escapar de ações legais devido a uma série de delitos que praticava, Barbora inclusive já havia se passado por criança há alguns anos atrás e chegou a ser adotada por um casal, ela tinha um temperamento violento e agressivo, passou por vários tratamentos psiquiátricos e chegou a ser internada algumas vezes quando mais jovem, a presença de Barbora na vida de Klara e Katerina mudou muitas coisas, as personalidades das irmãs foram completamente afloradas pela nova amiga, segundo declarações do psiquiatra que a atendeu Dr. Zdenek Basný, as mudanças de identidade de Barbora Skrlová era devido a um distúrbio mental: “Toda a história de Barbora Skrlová está rodeada de um enigma em que ela participa de uma maneira estranha, não existe uma explicação clara, mas minha hipótese é que se trata de uma distorção psíquica grave com pertubação de identidade”

Leia Mais

A bruxa de Blair

Todo mundo já deve ter visto ou pelo menos ouvido falar do filme A Bruxa de Blair, que é um longa de terror que fez um sucesso gigantesco no fim dos anos 90. O filme contava a história de 3 jovens que foram para a floresta de Burkittsville, Maryland, Estados Unidos, para gravar um documentário sobre uma lenda local de uma bruxa.

Durante o filme a lenda que eles investigam se mostra real e a bruxa os deixa perdidos na floresta, fazendo com que todos corram. Contudo o que deixou o longa mais famoso foi que ele era gravado como se fosse um documentário dando a impressão que a história era real, mas não era.

Leia Mais

Você se lembra do Faces da Morte? Era tudo farsa

Se você cresceu nos anos 1980 e 1990 e curte filmes de terror, provavelmente se lembra da série “Faces da Morte”. O primeiro filme da série foi lançado em 1979, mas chegou aqui no Brasil apenas nos anos 1980, e, mesmo assim, chocou até aqueles que estavam acostumados com as imagens fortes de filmes de horror. O motivo de tanto espanto? As cenas em “Faces da Morte” eram reais. Leia Mais

Krampus – O antinoel

Krampus é uma criatura mitológica que acompanha São Nicolau durante a época do Natal, segundo lendas de várias regiões do mundo. A palavra Krampusvem de Krampen, palavra para “garra” do alto alemão antigo. Nos Alpes, Krampus é representado por uma criatura semelhante a um demônio. Enquanto Papai Noel dá presentes para as crianças boas, o Krampus avisa e pune as más crianças. Tradicionalmente, rapazes se vestem de Krampus nas duas primeiras semanas de dezembro, particularmente no anoitecer de 5 de dezembro, e vagam pelas ruas assustando crianças e mulheres com correntes e sinos enferrujados. Em algumas áreas rurais, a tradição também inclui surras aplicadas pelo Krampus, especialmente em garotas. Leia Mais

Floresta Aokigahara no Japão

Aokigahara é aberta ao público, mas a partir de determinado ponto, devido à facilidade de que as pessoas acabem se perdendo, o acesso é restrito. E é por esse caminho que os suicidas costumam avançar, amarrando fitas pela trilha para que possam retornar no caso de que mudem



As estatísticas a respeito do número de suicídios variam bastante, no período anterior a 1988, ocorriam cerca de 30 suicídios a cada ano. Os números aumentaram desde então e já chegam, só em 2004, a 108 pessoas. Muitos atribuem o aumento desse número a divulgação feita sobre esse lugar. Geralmente a imprensa é aconselhada a não veicular nada sobre os lugares onde costuma-se ser frequentado por suicidas, pela simples razão de que a noticia sempre encoraja e atrai outros que passam por extremo sofrimento e também pensam em tirar a própria vida.

Mas a “maldição” da floresta não vem de hoje, muitos relatam que a floresta é palco de diversos casos sinistros ao longo da história japonesa. Conta-se que no século XVIII, devido a fome enfrentada pelo povo japonês, muitas famílias abandonavam os seus incapazes e debilitados na floresta com o intuito de mata-los, se livrando assim do fardo que eles representavam em tempos de escassez de alimentos. Muitos japoneses acreditam que as almas dos antigos mortos ainda assombram a floresta.

Devido ao alto índice de suicídios ocorridos dentro da floresta, as autoridades japonesas espalharam avisos por todas as rotas de entrada da floresta, na tentativa de provocar a reflexão nas pessoas que se sentem perdidas e procuram a floresta para por um fim na própria vida. Os avisos pedem para as pessoas que ali forem adentrar, que saiam do local e procurem alguma ajuda. Mas apesar das placas e dos avisos o número de suicídios continua bastante elevado e a cada ano mais e mais pessoas procuram a floresta sinistra com o objetivo macabro.

Nem todos que entram na floresta concluem seu objetivo. Existem diversas pessoas que adentram na floresta mas acabam, por alguma razão, desistindo de cometer o suicídio. No ano de 2010 cerca de 247 pessoas procuraram a floresta para se matarem, mas somente 57 acabaram concluindo seu objetivo inicial.

 



 



 

A seguir alguns videos sobre a reportagem que o R7 fez na floresta

 



Com a fama da floresta crescendo ela acabou virando filmes

Floresta dos Suicidas

Sinopse:
No filme Floresta Dos Suicidas, a floresta na base do Monte Fuji no Japão, sempre foi palco de vários suicídios. O local é formado por um labirinto de raízes, onde várias pessoas tiraram suas próprias vidas, ligando seu corpo aos ramos e seu espírito à vegetação rasteira. Maiko e alguns amigos da faculdade vão até a Floresta Dos Suicidas, tentar cumprir um ritual de Halloween mergulhado na tradição demoníaca que irá libertar a alma aprisionada de sua mãe. Filmando sua jornada entre as sombras, coisas estranhas começam a acontecer; murmúrios, aparições de fantasmas alertam que existem seres do mal que não os querem ali.

Floresta Maldita

Sinopse:

Sara tem uma irmã gêmea e está preocupada com o seu desaparecimento misterioso. O maior receio dela é que a irmã tenha ido para a floresta de Aokigahara, no Japão, mais conhecida como a floresta dos suicidas. Apesar de todos a alertarem para não ir, ela entra na floresta, repleta de horrores inexplicáveis, determinada a descobrir a verdade sobre o destino de sua irmã.

Fonte: Isso é Bizarro