Skip to main content

O Massacre de Jonestown – O Maior suicídio em massa

O Massacre de Jonestown ocorrido em 18 de Novembro de 1978, onde quase mil membros (algumas fontes dizem que foram 909, outras dizem que foram 918) do Tempo do Povo sucumbiram ao suicídio por envenenamento no local onde eles acreditavam ser a “terra prometida”, Jonestown. É considerado o maior suicídio em massa da história, conduzido pelo líder religioso, e fundado do Templo do Povo, Jim Jones. O massacre de Jonestown também continua a ser a única vez na história em que um congressista dos EUA foi morto no cumprimento do dever. Conheça toda a história logo abaixo. (mais…)

Edifício Joelma e o caso das treze almas

“Há quase trinta anos um incêndio parou São Paulo. Era sexta-feira, 1º de fevereiro de 1974, e aproximadamente 756 pessoas distribuíam-se pelos 25 andares do Edifício Joelma (hoje nomeado Edifício Praça da Bandeira), localizado no nº 225 da Avenida Nove de Julho, Praça da Bandeira, região Central de São Paulo – Brasil.

Por volta das 08:50 horas um funcionário ouviu um ruído de vidro rompendo, proveniente de um dos escritórios do 12º andar. Foi até lá para verificar e constatou que um aparelho de ar condicionado estava queimando. Foi correndo até o quadro de luz daquele piso para desligar a energia; mas ao voltar encontrou fogo seguindo pela fiação exposta ao longo da parede. As cortinas se incendiaram e o incêndio começou a se propagar pelas placas combustíveis do forro. Correu para apanhar o extintor portátil, mas ao chegar não conseguiu mais adentrar à sala, devido à intensa fumaça. Subiu as escadas até o 13º andar, alertou os ocupantes e ao tentar voltar ao 12º pavimento, encontrou densa fumaça e muito calor. A partir daí o incêndio, sem controle algum, tomou todo o prédio. Foram feitas várias corridas de elevadores até que a atmosfera permitisse, salvando muitas pessoas; porém uma ascensorista na tentativa de salvar mais vidas, após as condições ficarem muito ruins, morreu no 20º andar

(mais…)

10 Lugares Aterrorizantes no Mundo

10 – Ohio University, EUA

Wilson Hall, uma menina famosa por ser uma “suposta bruxa”, se matou logo após escrever coisas satânicas e sobrenaturais na parede do seu quarto no campus com seu próprio sangue. Os cinco cemitérios que formam um pentagrama que circunda o campus, com o edifício administrativo no centro completando o símbolo conhecido como “sinal do diabo”. Nas catacumbas de Jefferson Hall, cemitério vizinho, ocorreram inúmeros avistamentos de fantasmas. E, finalmente, para completar, um asilo para pessoas insanas, que era conhecido por tratamentos não convencionais e de choques elétricos, encontrado dentro do sinal, teve casos de pacientes desaparecidos. Um deles foi encontrado cinco semanas mais tarde, morto e com corpo estava em decomposição, deixando uma mancha que delineava o corpo no chão. Essa mancha pode ainda ser vista até hoje. A universidade de Ohio, epicentro dos fenômenos que a circunda, é alvo de diversas história sobre aparições de criaturas estranhas, que segundo boatos, não parecem ser desse mundo.
09 – A ponte que grita, Ohio
A estrada Maud Hughes está localizada em Liberty Township, Ohio. Ela tem sido o local de muitos acidentes terríveis e suicídios. A estrada de ferro está a 7,62 metros abaixo da ponte, e pelo menos 36 pessoas foram relatadas mortas na ou ao redor da Ponte da estrada Maud Hughes. Figuras fantasmagóricas, névoas e luzes já foram vistas, assim como figuras negras encapuzadas e um trem fantasma. 
08 – Estrada de Balete, Filipinas
Quezon, Filipinas. É conhecida por aparições de uma mulher de branco e por casas assombradas que foram construídas durante a Era Espanhola (anos de 1800). New Manila possui uma abundância de árvores baletes, que, de acordo com a lenda, é o local favorito para espíritos errantes e outros seres paranormais. Especialistas no paranormal acreditam que a mulher de branco foi estuprada por soldados japoneses durante a Segunda Guerra Mundial. Testemunhas da mulher de branco, advertem os motoristas para evitar a rua durante a noite, especialmente se estiverem sozinhos. Se é necessário viajar por essa rota, eles avisam para que deixe o banco de trás totalmente ocupado, e que ninguém olhe para trás ou nos espelhos. A aparição veste um vestido de noite, tem cabelo comprido e não tem face.
07 – Mansão Akasaka, Tóquio
Muitos convidados relataram ter visto espectros em pé ao lado de suas camas, névoa branca entrando pelas saídas de ar e mudanças bruscas de temperatura em seus quartos. Alguns relataram a sensação de alguém acariciando suas cabeças enquanto dormiam, e uma pessoa afirmou que foi arrastada de sua cama para o outro lado da sala. Marcas de arranhões nas costas no dia seguinte, corroboraram a sua história. Se você está cansado de passar as férias em locais entediantes, está aí uma indicação.
06 – Casa de Sigmund Adam, Rosenheim, Bavária
Mais conhecido como o caso do Poltergeist de Rosenheim, essa infestação de atividades bizarras é uma das mais conhecidas da Alemanha. Em 1967, estranhos fenômenos começaram a ocorrer no escritório do advogado Sigmund Adam. Telefones tocavam mas não havia ninguém do outro lado da linha, fotocopiadoras cuspiam suas tintas, gavetas se abriam sem serem tocadas. Um jornal alemão instalou equipamentos para monitorar os telefones e em 3 meses eles gravaram mais de 600 chamadas para o número que informa a hora certa – a despeito do fato de todos os telefones estarem desplugados. Em um único período de 15 minutos, 46 chamadas foram gravadas – um número que parecia impossível levando-se em conta o mecanismo de discagem da época. Em outubro de 1967, todas as lâmpadas do prédio se apagaram com um enorme estrondo. Depois de instalarem câmeras e gravadores de voz, os investigadores puderam descobrir que os eventos somente aconteciam quando a jovem de 19 anos Annemarie Schneider (uma secretária recém-empregada) estava presente. Foi alegado que um lustre se desviava violentamente se a senhorita Schneider andasse por baixo dele, e as luzes piscavam sempre que ela entrava no escritório. Quando Schneider saiu de férias os eventos pararam. Quando retornou, a atividade poltergeist retornou. Schneider foi demitida e os problemas nunca mais voltaram a acontecer. Na figura acima Schneider está embaixo das luzes que foram vistas se desviando. 
05 – Hiroshima e Nagasaki
Não é nenhuma surpresa que estes dois locais da tragédia terrível, gerem lendas sobre almas infelizes. Durante os ataques das bombas nucleares milhares de pessoas morreram, no final da II Guerra Mundial. Lendas locais dizem que as vozes fantasmagóricas são ouvidas no crepúsculo chorando e gritando por socorro. Os anciões dos vilarejos próximos, dizem que o local se tornou amaldiçoado. 
04 – Pluckley, Inglaterra
Pluckley é uma pequena vila em Kent, Inglaterra, que se acredita ser a vila mais assombrada da Inglaterra. Em adição aos 12 (alguns dizem 13 ou 14) fantasmas de Pluckey, a vila também é famosa pelo programa de televisão “The Darling Buds of May” que foi filmado lá. Dos fantasmas que você pode ver ali, o mais espetacular é o ladrão de estradas e a carruagem e cavalos avistados perto da prefeitura, o fantasma de uma cigana queimada até a morte durante o sono, dois corpos enforcados, um monge fantasma, três damas de classe alta, e talvez o mais assustador de todos, os Bosques que Gritam. Os Bosques que Gritam é uma área fora da cidade assombrada pelos fantasmas de várias pessoas que se perderam por lá. Os seus gritos podem ser ouvidos vindos de dentro da floresta à noite. Há também histórias de criaturas retorcidas e monstruosas que hora ou outra são avistadas andando pelos telhados das casas (essa cidade fica assustadora a cada ano que passa…e a cada documentário que é feito). Sem contar, os desaparecimentos inexplicados. Local excelente para constituir familia, hehehe.
03 – Penitenciária Estadual da Filadélfia
Criada em 1829, com imponentes paredes de castelo e torres de vigia, a Penitenciária Estadual Oriental (Eastern State), na Filadélfia, foi a primeira prisão a ter uma solitária. Presos ficavam sozinhos, comiam sozinhos e até os exercícios eram feitos individualmente. Eastern State foi acusada de ter causado doença mental entre os seus prisioneiros. Ela funcionou como uma prisão de 1913 até ao seu fechamento em 1970, e abrigou criminosos famosos, como Al Capone. Desde quando foi desativada, a penitenciária passou a receber visitação pública e se transformou em um museu. Desde então, tem se ouvido histórias sobre sons vindos das celas, barulhos estranhos e solitários lamentos de frio nos escuros corredores. A cela número 12 é famosa por uma risada assombrosa e a torre de guardas acumula relatos de aparições de uma figura sombria que vigia a prisão durante as noites.
02 – O Túnel Screaming, Warner Road
Uma lenda local conta que o túnel é assombrado pelo fantasma de uma jovem que, depois de escapar de uma fazenda próxima ao local ateia fogo no seu corpo, morrendo dentro dos muros do túnel. Diversas variantes da lenda existem no local, tem uma versão da menina incendiada por seu pai furioso depois que ele perde a guarda de seus filhos após um divórcio desagradável. Outra fala de uma jovem ter sido estuprada dentro do túnel e seu corpo queimado para evitar que qualquer evidência fosse encontrada. Todas as variantes envolvem uma alegação de que um fósforo riscado, uma menina queimada dentro do túnel e o som da jovem morrendo aos gritos que perpetuam até hoje, fato que renomeou o túnel. 
01 – Mary King’s Close em Edimburgo
Herança dos métodos médicos de séculos passados, a claustrofóbica Mary King’s Close foi onde as vítimas da peste eram deixadas para morrer. Reformada e reaberta em 2003, com direito ao fantasma de uma garotinha (Annie), virou point dos fãs do paranormal.
E ai, qual desses lugares você gostaria de visitar ou passar a noite???