Skip to main content

O mistério do voo 401 (com videos)

Talvez um dos casos mais estudados e amplamente divulgados sobre fantasmas, pelo menos nos Estados Unidos, seja sobre o Voo 401. Em 29 de dezembro de 1972, o avião Tri-Star da empresa aérea Eastern Airlines caiu nos pântanos da Flórida – matando 101 pessoas, o que inclui todos os membros da tripulação e passageiros. O comando do voo estava nas mãos do piloto Bob Loft e do engenheiro Don Repo – os principais indivíduos que foram tidos como responsáveis pelo trágico acidente.

Graças a erros técnicos do piloto, caiu em meio aos pântanos da Flórida, matando todos os membros da tripulação e passageiros. O piloto Bob Loft e o engenheiro Don Repo pilotavam a aeronave e também perderam suas vidas, foram responsabilizados pelo acidente. A queda do avião, segundo as investigações feitas posteriormente, teria ocorrido graças, a distração da tripulação. O voo de Nova York com destino a Miami, teria caído pouco tempo antes de chegar ao seu destino final. Um dos motivos apontados para a terrível fatalidade, foi que o piloto automático teria sido acidentalmente desligado, e o piloto e o co-piloto encontravam-se distraídos; e devido as condições metrológicas, não teria sido possível distinguir o céu do horizonte enquanto a aeronave se aproximava lentamente da superfície em sua viagem mortal.

 




O avião perdeu latitude lentamente, ficando cada vez mais baixo, e quando o comandante percebera o erro terrível cometido, já não havia mais o que fazer. Era tarde demais para os passageiros e o seu vôo 401. As investigações posteriores apontam que as causas do acidente teriam somado o erro humano e a falha no equipamento.

Com o passar dos anos, vários componentes do avião acidentado, foram reutilizados em outras aeronaves do Eastern.

Nesse ínterim começaram a surgir boatos surpreendentes, de pessoas que frequentavam os vôos da Eastern, em aviões cuja estrutura havia reaproveitado as antigas peças do 401, a respeito de estranhas e misteriosas aparições durante as viagens. Uma vasta quantidade de passageiros intrigados, afirmavam haver encontrado-se em determinado período tanto com o comandante Bob Loft como com o engenheiro Don Repo.

As aeromoças afirmavam que as aeronaves ficavam com um clima gélido e que uma brisa fria e misteriosa espalhava-se pelas cabines. E era então que presenças estranhas tomavam formas.

Tais relatos eram confirmados com veemência por outros pilotos e também por oficiais. O ápice ocorreu quando o próprio vice- presidente da Companhia afirmou haver supostamente tido um diálogo com o capitão falecido Loft, ao entrar em um voo. Os relatos aterrorizantes começaram a multiplicarem-se com o passar do tempo. Mais de 30 vôos da Eastern Airlines foram alvos de relatos e experiencias paranormais.

Foi nesse ínterim que John G. Fuller começou a investigar o mistério, investigação esta que renderia o livro “O Fantasma do Voo 401”, Entretanto um dos empecilhos para a apuração dos estranhos fatos, foi que alguns dos funcionários mantinham-se de certa forma relutantes a contribuírem com suas experiências. O fato é que os relatos só ocorriam nos aviões que continham peças reaproveitadas do 401. Posteriormente surgiram mais detalhes assustadores, como as experiências assombrosas dos familiares de Loft e Repo relatadas no livro. O caso é que médiuns foram contratados pelas duas famílias em busca de conforto, Talvez por tal motivo, no ano de 1974 as aparições finalmente cessaram.

 



Abaixo os videos da série Mayday, desastres aéreos contando a história do Eastern 401.

 


Comentários via Facebook

comentários

Gabriel Sarzi

Estou na blogosfera ha mais de 8 anos. Sou estudante de Analise e Desenvolvimento de Sistemas e apaixonado por filmes, séries, games e tecnologia. Confira todas as minhas postagens abaixo:

Deixe sua opinião. Interaja conosco!