Skip to main content

A história do Justiceiro da região leste da Grande São Paulo

Francisco Vital da Silva é  natural de Campo Alegre de Lourdes, no sertão da Bahia, onde tinha 17 irmãos, como muitos nordestinos, migrou para São Paulo  em 1973 em busca de melhores condições de vida. Junto com sua família, passou a viver em Itaim Paulista, na violenta zona leste de São Paulo. Trabalhando de pedreiro, Vital montou um bar, e o estabelecimento era constantemente assaltado e vandalizado por criminosos.

Foi transformado de pedreiro e comerciante em justiceiro. Tudo porque, após se alojar no Jardim Camargo Novo (na zona leste da capital paulista) e se tornar dono de um pequeno bar em 1982, ele viveu em 1984 o pior momento de sua vida.

“Nem bem abri o boteco, senti que a barra aqui era pesada. Os vagabundos bebiam fiado, não pagavam e, ainda por cima, queriam que eu guardasse maconha pra eles. Aí estourei e comecei a pôr nego pra fora a pontapés”, disse em entrevista ao “Notícias Populares”.

Leia Mais